ORGANON DA ARTE DE CURAR

 

Samuel Hahnemann

 

§16

 

 "Nossa força vital, na qualidade de "Dynamis" de tipo não material somente, pois, de forma não material (dinâmica) pode ser atacada e afetada por influências prejudiciais ao organismo sadio, através de forças hostis vindas do exterior, perturbando o harmonioso jogo da vida. Do mesmo modo, todas essas afecções mórbidas (as doenças) não podem ser afastadas dela pelos artistas da cura senão através das forças modificadoras de tipo não material (dinâmicas*, virtuais) dos medicamentos apropriados agindo sobre nossa força vital de tipo não material e sendo percebidas através da sensibilidade dos nervos presentes em todo o organismo. Por conseguinte, os medicamentos podem restabelecer a saúde e a harmonia vital e, de fato, as restabelecem, somente através do efeito dinâmico sobre o princípio vital, depois que as alterações no estado de saúde do doente, perceptíveis por nossos sentidos (os sintomas essenciais), apresentaram ao médico, que observa e investiga atentamente, a doença de modo tão completo quanto necessário para permitir-lhe a cura."

 

Referências Bibliográficas:

 

Hahnemann, Samuel. Organon da Arte de Curar, 1996. 248p.